martes, 27 de diciembre de 2016

SANTO ANDRÉ

SANTO ANDRÉ

Esporte Clube Santo André, também conhecido como Ramalhão, é um clube brasileiro de futebol da cidade de Santo André, no estado de São Paulo. Fundado em 18 de Setembro de 1967, suas cores são o azul e branco.
Tem como sua maior conquista o título nacional da Copa do Brasil de 2004, obtido após uma memorável vitória na final sobre o Flamengo no Maracanã, no Rio de Janeiro, por 2 a 0.
Nome                      Esporte Clube Santo André
Alcunhas                Ramalhão
Dono do ABC
Campeão Nacional
Torcedor/Adepto  Ramalhino / Andreense
Mascote                  João Ramalho (Ramalhão)
Fundação               18 de setembro de 1967 (48 anos)
como Santo André F.C.
22 de março de 1975 (41 anos)
como E.C. Santo André
Estádio                   Bruno José Daniel
Capacidade           7.000 Pessoas
ESTADIO BRUNO JOSÉ DANIEL DE SANTO ANDRÉ

HISTORIA DO SANTO ANDRÉ
Antes da criação do Santo André, a cidade não tinha tradição em futebol profissional. Quando o Corinthians Futebol Clube parou em 1961, havia um grande sentimento de se ter uma equipe que realmente representasse a cidade. Então, em 1967, nascia o Santo André Futebol Clube. A equipe tinha as cores da cidade de Santo André e utilizava um detalhe do brasão em seu escudo.
Na data de fundação do Santo André, o que se tinha era a esperança de se criar um clube que rivalizasse com os principais expoentes do futebol paulista, como Campinas, Ribeirão Preto, São José do Rio Preto, entre tantas outras cidades que brilhavam com seus representantes, o que motivou a criação do time da própria cidade. A ideia surgiu na Liga de Futebol, do presidente da entidade,Wigand Rodrigues dos Santos. Ganhou corpo, evoluiu, culminando com a fundação do clube.
O lançamento oficial do Santo André Futebol Clube como clube profissional, ocorreu em 20 de janeiro de 1968, no Paço Municipal de Santo André, com muita festa. Os primeiros anos foram muito difíceis e algumas vezes quase o Santo André fechou as portas. No início de 1975, após uma crise financeira que teve seu ápice no final de 1974, Acyr de Souza Lopes, assumiu o clube e cedeu jogadores de sua metalúrgica, a São Justo, com a condição de que o time passaria a chamar-se Associação Atlética São Justo. A cidade porém se uniu e o Conselho Deliberativo decidiu por unanimidade que o time passaria a chamar-se Esporte Clube Santo André. O nome passou a ser utilizado em 22 de março de 1975, e é utilizado até os dias de hoje. Foram trocadas também as cores do uniforme. O verde e amarelo deu lugar ao azul e branco.
Fatos marcantes
Em 1984, pela primeira vez o Santo André participou da primeira divisão do Campeonato Brasileiro e fez boa campanha terminando em 10º lugar.[1]
Vinte anos depois, atingiu a sua maior glória. Após eliminar clubes poderosos como Atlético-MG e Palmeiras, o time do Grande ABC chegou à final da Copa do Brasil e conquistou o título ao derrotar o Flamengo por 2 a 0 no Maracanã.[2]
Por ser o campeão da Copa do Brasil de 2004, o time ganhou o direito de disputar a Copa Libertadores da América de 2005 (pela primeira vez).Mas foi eliminado na fase de grupos, e mesmo assim conseguiu aplicar a maior goleada da competição, 6 a 0, sobre o Deportivo Táchira.[3]
Em 2008, ao classificar-se como vice-campeão do Campeonato Brasileiro da Série B, o Esporte Clube Santo André voltou à Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro depois de vinte e quatro anos, e foi rebaixado em 2009.
No 1º semestre de 2010, fez sua melhor campanha de sua história no Campeonato Paulista, onde foi vice-campeão, perdendo o primeiro jogo para o Santos por 3 a 2, e vencendo o segundo jogo pelo mesmo placar, porém no critério do desempate o melhor time da primeira fase seria o campeão.
Na Copa Paulista de 2014, o Santo André sagra-se campeão da Copa Paulista pela segunda vez em cima do Botafogo de Ribeirão Preto. No primeiro jogo da decisão, jogando no Estádio Anacleto Campanella, as duas equipes empataram por 1-1 e no jogo de volta, em Ribeirão Preto, o Santo André venceu por 1-0 com o gol do zagueiro Luiz Matheus, sagrando-se campeão e consequentemente garantiu a vaga para a Copa do Brasil de 2015.
Rebaixamentos
Porém, o Santo André deu uma sequência de rebaixamentos, quando foi rebaixado para a Série C do Brasileiro de 2011, após terminar em 18º lugar. No início de 2011, o Santo André realizou uma campanha horrível no Paulistão e, após terminar em último lugar somando 15 pontos, com apenas 2 vitórias e 9 empates, o Santo André foi rebaixado para a Série A2 de 2012, divisão que disputou até 2016, ano que se sagrou campeão da competição e foi promovido para a série A1 do Campeonato Paulista.
Em 2012, fez uma campanha abaixo da média no Paulistão Série A2, terminando em 14º lugar, com 22 pontos, somando 5 vitórias e 7 empates. Mas, pela Série C do Brasileiro, com um novo esquema de 2 grupos, sendo do grupo B, o Santo André fez uma péssima campanha, terminando em penúltimo lugar deste grupo, sendo rebaixado para a Série D do Brasileiro, competição no qual atuou pela primeira vez na história, sendo que em 10 de setembro de 2013, o Santo André deu adeus a competição nacional após ser eliminado nas oitavas-de-final pelo Metropolitano.
Parceria
O Esporte Clube Santo André estabeleceu uma parceria com a prefeitura de Patrocínio em 2010, onde a equipe do ABC emprestou jogadores que não estavam sendo aproveitados à Sociedade Esportiva Patrocinense para que pegassem experiência. O resultado dessa parceria foi benéfica para as duas equipes, pois no final do ano de 2010 a equipe fez uma peneirada na cidade mineira e levou as grandes promessas patrocinenses.
Mascote
RAMALHAO

São poucos os clubes do Brasil que não adotam um bicho como mascote e o Santo André é uma dessas exceções. Para homenagear o patrono da cidade, o clube adotou o apelido de Ramalhão, em homenagem a João Ramalho, um português que viveu entre os índios antes mesmo das expedições colonizadoras que fundaram São Paulo. João Ramalho foi nomeado capitão da Vila de Santo André por Tomé de Sousa, o primeiro Governador Geral do Brasil.
GRANDES JOGADORES

 

Artilheiros

·         O maior artilheiro do EC Santo André é o atacante Tulica com 63 gols marcados, em segundo lugar está Sandro Gaúcho com 58 gols, e em terceiro lugar está o meio-campista Arnaldinho com 52 gols marcados.[carece de fontes]

Títulos
NACIONAIS
            Competição                           Títulos     Temporadas
            Copa do Brasil                      1               2004
ESTADUAIS
            Competição                           Títulos     Temporadas
            Campeonato Paulista - Série A2          4   1975*, 1981, 2008 e 2016
            Copa Paulista                        2               2003** e 2014

                                                                            
SANTO ANDRÉ 1968

SANTO ANDRÉ 1975

SANTO ANDRÉ 1975  

SANTO ANDRÉ 1978

SANTO ANDRÉ 1980

SANTO ANDRÉ 1981

SANTO ANDRÉ 1981

SANTO ANDRÉ X FLUMINENSE EM 1984

SANTO ANDRÉ 1988

SANTO ANDRÉ 1988  tonho, sergio, toninho oliveira, ronaldo, marcos cidade, luis pereira, adilson, claudinho, osmarzinho, eduardo amorim, gerson, agnaldo jaiminho, arizinho


FINAL DA COPA DO BRASIL 2004 : FLAMENGO X SANTO ANDRÉ

SANTO ANDRÉ CAMPEAO DA COPA DO BRASIL 2004

SANTO ANDRÉ 2007

SANTO ANDRÉ 2008

SANTO ANDRÉ 2014

SANTO ANDRÉ 2016

ELVIS

SANTO ANDRÉ 1988

TONHO

SANTO ANDRÉ 1975

SANTO ANDRÉ 1981

SANTO ANDRÉ 2004

COPA DO BRASIL 2004 SANTO ANDRÉ CAMPEAO

SANTO ANDRÉ 2004

SANTO ANDRÉ 2008

No hay comentarios:

Publicar un comentario