domingo, 20 de noviembre de 2016

AVAI * PARTE 1

AVAI

Avaí Futebol Clube é um clube de futebol brasileiro com sede na cidade de Florianópolis, capital de Santa Catarina. Fundado em1º de setembro de 1923, o Avaí tem como cores o azul e o branco e seu mascote é um Leão, sendo conhecido como o "Leão da Ilha" ou "O Time da Raça" (pela história do estilo de jogo da equipe). O clube disputa a Série A do Campeonato Brasileiro.
A origem do nome do clube não é o arquipélago Havaí, e sim uma referência a Batalha de Avahy, um episódio da Guerra do Paraguai ocorrida na América do Sul em 1864. Posteriormente a grafia foi alterada, passando de Avahy para Avaí. [3]
O Avaí é o clube com a maior torcida de Santa Catarina, com cerca de meio milhão de torcedores, segundo estimativas recentes.[4] [5] [6] [7] [8]
O Avaí possui a melhor campanha da história de Santa Catarina na Série A, quando terminou em 6º lugar no Campeonato Brasileiro de 2009 com 57 pontos.[9] . Nesta competição, o Avaí protagonizou a maior arrancada da história da Série A de pontos corridos. [10]
O Avaí é o clube mais vezes campeão estadual em Santa Catarina, tendo conquistado 16 títulos do Campeonato Catarinensedesde sua fundação. [11] .
Nome                      Avaí Futebol Clube
Alcunhas                Leão da Ressacada
O Time da Raça
Torcedor/Adepto   Avaiano
Azurra
Mascote                  Leão
Fundação               1 de setembro de 1923(92 anos)
Estádio                    Ressacada
Capacidade            17 800 pessoas[1]
Localização            FlorianópolisSCBrasil

O Avaí Futebol Clube é um dos principais clubes desportivos do Brasil. A agremiação foi fundada como clube de futebol no dia 1 de setembro de 1923 em Florianópolis. Ao longo dos anos o clube se desenvolveu e passou a competir também em outras modalidades, porém suas principais conquistas e seu reconhecimento foram alcançados pelo futebol profissional que em 2015 disputa a Série A do Campeonato Brasileiro.
Tudo começou quando em setembro de 1923, o comerciante de Florianópolis chamado Amadeu Horn conheceu um grupo de garotos, praticantes assíduos do futebol, e que organizavam seus jogos na rua Frei Caneca no bairro Pedra Grande. Amadeu então resolveu realizar o sonho daqueles garotos, que era poder utilizar os "ternos" (termo utilizado na época para designar o uniforme) durante os jogos bem como os times famosos utilizavam. Foi então que o comerciante doou um kit de futebol aos garotos que, além de ganharem uma bola e chuteiras, ainda foram agraciados com os tão sonhados "ternos" contendo camisetas listradas em azul e branco e calções e meias azuis, em homenagem ao seu clube de remo de coração, o Riachuelo.
Após isso o grupo de garotos se reuniu, no campo do Baú, para o primeiro jogo com os novos uniformes contra o time do Humaitá da localidade de Pedra Grande. O entãoIndependência (nome previamente escolhido), venceu o jogo. Infelizmente o placar do jogo e o nome dos artilheiros perderam-se no tempo, jamais alguém saberá quem marcou o primeiro gol da história do time.
Foi então que, num sábado em 1º de setembro de 1923 em uma reunião na casa do Sr. Amadeu Horn no bairro Pedra Grande (atual Agronômica), ficou decidido que iriam fundar um clube. O nome escolhido seria Independência e o presidente seria o idealizador, o Sr. Amadeu. Eis que, atrasado para a reunião, Arnaldo Pinto de Oliveira chega e influencia o grupo a trocar o nome, já que, Independência seria um nome complicado para a torcida gritar em apoio ao time. Como naquela época Arnaldo estava lendo um livro sobre a história do Brasil, ele sugeriu o nome Avahy, em referência à Batalha do Avahy. Todos apoiaram a idéia. Foi redigida a ata de fundação do clube com a mensalidade no valor de 10 tostões, iniciando-se aí a gloriosa história do então Avahy Foot-ball Club.
A grafia do nome que conhecemos atualmente (Avaí Futebol Clube), veio a partir de 1937.
O 1º Campeão
Em 12 de abril de 1924 o Avahy, juntamente com outros clubes de Santa Catarina, fundou a então LSCDT - Liga Santa Catarina de Desportos Terrestres, hoje Federação Catarinense de Futebol. Já no seu primeiro ano de fundação, a LSCDT organizou o 1º Campeonato Catarinense de Futebol que teve o Avahy como campeão, tornando-se assim o primeiro clube a possuir um título do futebol estadual de Santa Catarina. Além disso ainda confirmou a supremacia naquela década vencendo ainda os campeonatos de19261927 e 1928, além dos campeonatos citadinos nos mesmos anos e também o Torneio Início em 1925 e 1926.
Desde o início do campeonato catarinense de futebol em 1924, os jogos aconteciam no campo do Gymnásio Catharinense (atual Colégio Catarinense), até que os times de Florianópolis da época, começaram a mandar seus jogos no Estádio Adolfo Konder que havia sido adquirido pelo governo do estado no mandato de Nereu Ramos em 1937 e doado à Liga Santa Catarina de Desportos Terrestres. Mais tarde, o então deputado federal Fernando José Caldeira Bastos (que foi presidente do Avaí por dois mandatos) criou uma lei para que o estado doasse o estádio ao Avaí e em 1973, com a lei sancionada pelo governador Colombo Salles, o estádio passa para as mãos do clube.[1]
Esquadra Azurra
Na Década de 1940 o Avaí montou uma das melhores equipes que o futebol catarinense já teve. O time ficou conhecido como o Esquadrão Azurra, inspirado na seleção italianabicampeã mundial de 1934 e 1938.
Com aquele time que contava com ídolos inesquecíveis da história do clube como SaulNizeta, o goleiro AdolfinhoFateco, Felipinho entre outros, o Avaí não podia se limitar simplesmente a ganhar, tinha que encantar a torcida e golear seus adversários. Foi nesse espírito que no dia 13 de maio de 1945, surgiu a então segunda maior goleada da história em jogos oficiais no futebol brasileiro (a primeira foi em 1909 quando o Botafogo fez 24 a 0 no Mangueira) Avaí 21 a 3 no Paula Ramos. No dia 1º de julho de 1945 oNáutico aplicou o mesmo placar no Flamengo-PE, igualando a marca do Avaí. O feito da Esquadra Azurra foi registrado no Guiness Book como um dos placares mais elásticos do futebol mundial.[2]
FLORIANOPOLIS - AVAI O "TIME DA ILHA"

Fatos Marcantes
Década de 1920: O início e a supremacia
·         1923 - é fundado em 1º de setembro, em Florianópolis(SC), com o nome Avahy Foot-ball Club.
RUA FREI CANECA 98 AQUI NASCEU O AVAI EM 1923

·         1924 - no dia 12 de abril o Avahy e outros clubes de Santa Catarina, fundam a LSCDT - Liga Santa Catarina de Desportos Terrestres, hoje a Federação Catarinense de Futebol.
·         1924 - vence seu primeiro título, o Campeonato Catarinense, e torna-se o primeiro clube campeão estadual. A escalação do time era:
Boos, Loureiro, Zequinha, Zanzibar, Waldemar, Joel, Acioly, Maciel, Mambrini, Aroldo e Carlos Pires.
·        1925 - O Avahy é campeão do Torneio Início de Florianópolis.
·        1926 - O Avahy conquista o Campeonato Catarinense, também válido pelo Campeonato Citadino daquele ano. Conquista também o bicampeonato do Torneio Início de Florianópolis. A escalação do time era:
Boos, Aldo, Bida, Maciel, Zé Macaco, Botafogo, Emílio, Sabas, Acioly, Nanado e Arnaldo.
1927 - conquista o Campeonato Catarinense pelo segundo ano consecutivo vencendo o Brasil de Blumenau pelo placar de 3x2, tornando-se a primeira equipe a atingir esse feito. Conquista também o bicampeonato do Torneio Citadino. O time era:
Boos, Bida, Tancredo, Maciel, Elesbão, Botafogo, Estevão, Acioly, Sabas, Nanado e Arnaldo.
1928 - reeditanto a final do ano anterior, o Avahy vence o Brasil por 4x1 e conquista o Campeonato Catarinense pelo terceiro ano consecutivo, tornando-se a primeira equipe a atingir esse feito. Conquista também o tri-campeonato do Torneio Início de Florianópolis. Os campeões foram:
Boos, Bida, Filomeno, Zé Macaco, Elesbão, Botafogo, Joel, Edgar, Periquito, Sabas, Nanado e Arnando.
AMADEU HORN EM 1928

Década de 1930: A maior goleada dos clássicos
1930 - no dia 29 de março conquista o Campeonato Catarinense vencendo o Marcílio Dias na final por 6-2.
1931 - em 8 de setembro, o Avahy realiza a inauguração de uma sede social localizada na Rua Conselheiro Mafra, nº 10. A sede contava com um amplo salão de eventos, local para jogos e serviços de botequim. O evento de inauguração aconteceu às 17 horas daquela terça feira.
1938 - em 20 de fevereiro, aplica a maior goleada da história do clássico de Florianópolis:[13] Avaí 11-2 Figueirense. Esse jogo também marcou a estréia de Saul, atacante do Avaí, no clássico da cidade. Mais tarde, ele se tornaria o maior artilheiro do clássico, com 41 gols em 45 jogos, atuando sempre pelo Avaí.[13]
Década de 1940: O tetra estadual
1944 - em 23 de janeiro, derrota o América de Joinville por 14-3 na final do Campeonato Catarinense de 1943. É a maior goleada da história em finais de Campeonato Catarinense. A escalação era: AdolfinhoFateco, Diamantino, Chocolate, Beck, Henrique, Felipinho, Nizeta, Bráulio, Tião e Saul.
1945 - Neste ano acontece uma das maiores goleadas do futebol brasileiro, 21x3 em favor do Avaí contra o Paula Ramos, o recorde está registrado no Guinness Book. Os gols do Avaí foram anotados por:
Sapinho( 6 ), Felipinho ( 5 ), Saul ( 5 ), Nizeta ( 3 ), Jacinto ( 1 ) e Tião ( 1 ).
1946 - em 10 de fevereiro, derrota o Caxias de Joinville por 9-2 na final do Campeonato Catarinense de 1945 e conquista o tetracampeonato estadual, feito inédito entre clubes de Santa Catarina naquela época. O time era:
AdolfinhoFateco, Tavinho, Felipinho, Chocolate, Aldo Nunes, Zachi, Nizeta, Bráulio, Tião e Saul.
Década de 1950 e 60: Apenas títulos citadinos
1951 - Conquista do título do Campeonato Citadino de Florianópolis.
1952 - Conquista do título do Campeonato Citadino de Florianópolis.
1953 - Conquista do título do Campeonato Citadino de Florianópolis.
1955 - Conquista do título do Torneio Início.
1958 - Conquista do título do Torneio Início.
1960 - Conquista dos títulos do Torneio Início e do Campeonato Citadino de Florianópolis.
1963 - Conquista dos títulos do Torneio Início e do Campeonato Citadino de Florianópolis.
Década de 1970: A estréia na série A e a reconquista do estadual
1971 - no dia 31 de marçoPelé fez seu único jogo em Florianópolis. Foi num amistoso contra o Avaí no Estádio Adolfo Konder. O jogo, que registra o recorde de público do estádio com 19.985 pessoas, terminou com a vitória do time paulista por 2-1.
1973 - com uma vitória de 2-1 sobre o Juventus de Rio do Sul, em 17 de dezembro, acaba com uma seqüência de 27 anos sem títulos estaduais, o maior período na história do clube. Termina o campeonato com 4 pontos a frente do Juventus e a sete do rival Figueirense, que ficou em terceiro lugar. Com o título o time garantiu vaga para a sua primeira participação no campeonato nacional disputando em 1974.
1974 - em 10 de março, estréia na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro com um empate com o América(RN) por 1-1, em Natal(RN). Nesse jogo, Zenon marcou o primeiro gol do Avaí em Campeonatos Brasileiros. A primeira vitória, no entanto, só ocorreu na sexta rodada: 3-0 no Remo(PA), em Florianópolis, com dois gols de Balduínoe um gol contra de Lúcio, do Remo.
1975 - no dia 17 de agosto o Avaí vence o Figueirense por 1 a 0 dentro do estádio do seu rival e conquista o seu 11º título do Campeonato Catarinense.
Década de 1980: O novo palco avaiano
1983 - em 15 de novembro, inaugura o estádio da Ressacada, com o jogo Avaí 1-6 Vasco(RJ). O primeiro gol do estádio foi marcado por Wilson Tadei, do Vasco.
1988 - conquista o Campeonato Catarinense depois de 13 anos sem conseguir o título. Em 17 de julho, com gols de Marcos Severo aos 8 minutos, Adílson Heleno aos 36 minutos e Itamar do Blumenau aos 51 minutos, todos do primeiro tempo, o Avaí venceu o Blumenau por 2-1, pelo hexagonal final da competição. O time da final foi: Fossati; Netinho, Maurício, Sérgio Márcio e J.J. Rodriguez; Belmonte, Flávio Roberto e Adílson Heleno; Adílson Gomes, Marcos Severo (Mendonça) e Elísio. Técnico:Sérgio Lopes.
Década de 1990: A conquista do título nacional
1993 - fica em penúltimo lugar no Campeonato Catarinense, entre 14 equipes, e cai pela primeira vez em sua história para a Segunda Divisão do Campeonato Catarinense.
·         1994 - em 20 de novembro, conquista a Segunda Divisão do Campeonato Catarinense com uma vitória de 2-1 sobre o Hercílio Luz, de Tubarão, em Florianópolis.
1997 - conquista o seu 13º título estadual ao vencer o Tubarão por 2-0 em plena Ressacada lotada no dia 22 de junho. Os ídolos daquela conquista foram:
Carlão; Cedenir, Raul, Evandro Guimarães e Itá; Régis, Evandro e Helton (Roberto Cavalo); Claudiomir, Jacaré e Dão. Técnico: Luiz Gonzaga Milioli.
1998 - conquista seu primeiro título nacional, a Série C, derrotando São Caetano(SP), Anapolina(GO) e Itabaiana(SE) no quadrangular final. Nesse mesmo ano, com a conquista do Criciúma no Campeonato Catarinense, o Avaí ganha o título simbólico de "campeão catarinense do século XX", já que o segundo time com mais troféus na época, o Joinville, com 10 conquistas, não poderia mais alcançar o total de 13 do Avaí. Neste jogo o Avaí jogou com:
César Silva; Edinho (Silva), Rogerio Prateat, Altair e César Souza; Luiz Fernando, Jefferson Douglas (Sandro), Arthur e Fantick; Dão e Paulo César (Humberto). Técnico:Roberto Cavalo.
Década de 2000: A luta para voltar à elite
·         2001 - chega pela primeira vez ao quadrangular final da Série B, mas não consegue o acesso. Termina em quarto lugar.[14]
·         2003 - É fundada a Associação Sócio e Cultural dos Torcedores do Avaí (ASSTA).[15]
·         2004 - chega pela segunda vez ao quadrangular final da Série B, mas novamente não consegue o acesso à Série A, conquistado por Brasiliense(DF) e Fortaleza(CE). O Avaí termina em terceiro.
·         2006 - O Avaí divulga em seu site oficial que teria se tornado o primeiro clube no mundo a ter uma rádio com transmissões ao vivo.[16]
·         2008 - Após uma belíssima campanha no Campeonato Brasileiro da Série B e com um elenco considerado dos melhores do campeonato,[17] o Avaí consegue se classificar em 3º lugar e conquista a tão sonhada vaga para disputar a Série A do ano seguinte.
·         2008 - O Avaí Futebol Clube é agraciado com o Troféu Gustavo Kuerten como melhor equipe do ano no cenário catarinense. Além do clube, Marquinhos Santos foi eleito o melhor atleta e Silas o melhor técnico.[18]
·         2009 - Com uma campanha indiscutível, o Avaí conquista o seu 14º título estadual ao vencer a Chapecoense por 3-1 no tempo normal e 3-0 na prorrogação, em plenaRessacada lotada no dia 3 de maio. Os ídolos daquele jogo foram:
·        2009 - O Avaí conquista o recorde de invencibilidade na Série A entre os clubes de Santa Catarina. No Campeonato Brasileiro de 2009 o clube azurra permaneceu 11 partidas sem ser derrotado, com 8 vitórias e 3 empates. No mesmo ano, o Avaí conquistou a melhor colocação de um clube catarinense na Série A do Campeonato Brasileiro, terminando em 6º lugar com 57 pontos.[20] Ainda emplaca a melhor colocação de um clube catarinense na história da competição, ficando em 6º lugar com 57 pontos.
Década de 2010: Competição internacional
2010 AVAI E OS HAITIANOS

·        2010 - Novamente com uma campanha irreparável, o Avaí conquista o seu 15º título estadual ao vencer o Joinville por 3-1 no primeiro jogo em Joinville e 2-0 no segundo jogo em Florianópolis, em plena Ressacada com mais de 17 mil pessoas no dia 2 de maio. Os ídolos daquele jogo foram:
·         2010 - O clube faz seu primeiro jogo oficial fora do Brasil. Após eliminar o Santos na primeira fase da Copa Sul-Americana, no dia 13 de outubro o Avaí vai ao Equadorenfrentar o Emelec no Estádio George Capwell.
·         2014 - O Avaí finaliza a Série B do Campeonato Brasileiro na 4ª posição e conquista o acesso à Série A de 2015.[5] [6] [7]
·         Títulos
·         Competições oficiais
NACIONAIS
      Competição      Títulos   Temporadas
      Campeonato Brasileiro - Série C        1          1998
ESTADUAIS
      Competição      Títulos   Temporadas
      Campeonato Catarinense         16      1924192619271928193019421943194419451973197519881997,20092010 e 2012
      Copa Santa Catarina    1          1995
      Taça Governador do Estado    2          1983 e 1985
      Torneio Início  10           1925, 1926, 1933, 1936, 1938, 1942, 1943, 1944, 1946, 1955, 1960 e 1963
Ídolos

Goleiros
   Brasil Adolfinho  
   Brasil Boos  
   Brasil César Silva 
   Brasil Eduardo Martini  
   Uruguai Jorge Fossati  

Defensores
   Brasil Altair 
   Brasil Deodato 
   Brasil Emerson  
   Brasil Fateco  
   Brasil Loló 
   Brasil Procópio  
   Brasil Veneza  









Meio-campistas
   Brasil Adílson Heleno 
   Brasil Balduíno 
   Brasil Beck 
   Brasil Belmonte  
   Brasil Braúlio 
   Brasil Régis  
   Brasil Felipinho 
   Brasil Cléber Santana 
   Brasil Marquinhos Santos  
   Brasil Zé Macaco 
   Brasil Zenon  














Atacantes
   Brasil Mílton Cavalazzi 
   Brasil Décio Antônio 
   Brasil Dão 
   Brasil Evando  
   Brasil Jacaré 
   Brasil Juti 
   Brasil Alex Rossi  
   Brasil Fábio Oliveira  
   Brasil Lico 
   Brasil Nizeta  
   Brasil Saul Oliveira 














Treinadores
   Brasil Hemerson Maria 
   Brasil Roberto Cavalo 
   Brasil Silas  
   Brasil Cuca 

Símbolos
Escudos
Nos primeiros anos depois da fundação, o Avaí tinha um escudo diferente do atual. O formato era parecido com os escudos que clubes como o Santos usam atualmente, sendo que dentro havia um círculo com fundo branco com as letras "AFC" em azul e em posição central no círculo que significava Avahy Foot-ball Club, que mais tarde passou a se chamar Avaí Futebol Clube e ganhou um novo distintivo.
O escudo atual do Avaí Futebol Clube foi desenhado com base no primeiro uniforme do clube (camisa com listras verticais nas cores azul e branca), usado na época da fundação e que segue até hoje. Ele tem um formato que lembra um triângulo com dois lados em curva. Na parte superior, há a inscrição "AVAÍ F.C.", em azul, sobre um fundo branco. Na parte inferior, são nove listras verticais, sendo cinco azuis e quatro brancas.
Acima do escudo, o clube adota desde 1999 uma estrela amarela que simboliza a conquista do Campeonato Brasileiro Série C, o primeiro (e até hoje único) título nacional do Avaí[39] e do futebol de Florianópolis.
ESCUDOS DO AVAI

Bandeira
Bandeira branca, com listras azuis horizontais nas extremidades superior e inferior e escudo do clube ao centro, sobre fundo branco.

Mascote
LEAO DO AVAI

Na década de 1950, quando o Avaí ainda atuava no antigo Estádio Adolfo Konder, o senhor Olímpio que era um narrador de uma rádio de Florianópolis, classificou o time azul e branco como um Leão pela bravura e raça com que tinha atuado em mais uma vitória no clássico da cidade contra o Figueirense. Como o Avaí é o único time de Florianópolis com sede na ilha, o time ficou conhecido como o Leão da Ilha.
Recorde de Público em 1988
No dia 17 de julho de 1988, o estádio da Ressacada registrou o maior público da história do campeonato catarinense até hoje. A final do campeonato catarinense contra oBlumenau, registrou um público total de 32.226[74] torcedores presentes, para uma renda de Cz$6.100.400,00. O Público pagante da partida foi de 25.735[74] .
Houve superlotação em todos os setores do estádio, com milhares de pessoas ficando do lado de fora. No decorrer da partida, preocupada com os ânimos mais exaltados dos torcedores, a administração do estádio resolveu abrir os portões. O Avaí venceu o jogo por 2-1 e conquistou o seu 12° título estadual, para alegria da multidão que invadiu o campo para comemorar.
Avaí, paixão para toda vida
Avaí, paixão para toda vida é o nome do projeto de "sócio-torcedor" do Avaí Futebol Clube criado em 2006. Este projeto foi criado para arrecadar mais sócios para o clube e identificar seus torcedores.
Em 
2007 e 2008, o projeto sofreu uma reformulação. Novos planos foram criados, como a modalidade Seja Sócio Desta Paixão,[75] mudando também a taxa cobrada sobre o torcedor.
Camisa 12
Depois do jogo em que, mais uma vez, a torcida do Avaí deu show nas arquibancadas da Ressacada, a diretoria do clube anunciou a exclusividade do uso da camisa número 12 à torcida, imortalizando a mesma. Depois do jogo em que o Avaí venceu o Criciúma por 1x0[76] no dia 8 de fevereiro de 2007 pelo campeonato brasileiro da série B de 2007, a diretoria homenageou sua grande torcida com este feito.
Torcedores ilustres
GUSTAVO "GUGA" KUERTEN CELEBRIDADE DO AVAÍ

·         Gustavo Kuerten – Ex-tenista profissional brasileiro, condecorado com posição no Hall da Fama da ATP. É considerado o maior tenista da história do Brasil.
·         Esperidião Amin – Político brasileiro.
·         Thiago Tavares – Lutador de artes marciais mistas brasileiro e membro da Ordem DeMolay.
·         Pedro Barros – Skatista brasileiro.
·         Bruno Fontes – Velejador brasileiro.
·         Jaqueline Silva – Uma das maiores surfistas do mundo.

·         Estrutura

·         Estádio Adolfo Konder

·         Estádio Adolfo Konder também conhecido com Campo da Liga ou Pasto do Bode, foi o estádio do Avaí nos anos de 1930 a 1982, quando o clube teve o seu atual estádio, aRessacada, construído. Seu recorde de público é de 19.985 torcedores na partida Avaí 1-2 Santos, em 15/08/1972. [77]
ESTADIO DO AVAÍ 

·         Ressacada

·         O Estádio Aderbal Ramos da Silva, popularmente conhecido como Estádio da Ressacada, de propriedade do Avaí, foi construído nos anos de 1982 e 1983 em substituição ao antigo Estádio Adolfo Konder. Seu recorde de público é de 32.226 torcedores na final do campeonato catarinense de 1988.
·         Desde sua inauguração em 1983 até o ano de 2001, o estádio teve capacidade oficial para públicos superiores a 20 mil espectadores, recebendo todos os seus principais recordes de público durante este período. A partir de 2002 o estádio teve sua capacidade amplamente reduzida pela nova gestão, passando a receber lotações com borderôs reduzidos até o ano de 2009. Com as obras de ampliação do estádio finalizadas em 2010, a Ressacada tem atualmente, capacidade para 17.800 torcedores.
·         Desde sua inauguração, a Ressacada foi palco de três jogos da Seleção Brasileira e sete finais de campeonatos oficiais.
·         No dia 31 de agosto de 2007 o Avaí inaugurou, nas dependências do estádio, a Biblioteca Nereu do Vale Pereira.[78]
·         Em 2008 o Avaí apresentou o novo projeto com previsões de melhorias em seu estádio. O projeto consiste em ampliação do estádio para 30.000 lugares, cobertura nas arquibancadas com cadeiras assim como as sociais A e B, 400 camarotes novos com banheiros individuais, além de prédio de apoio, restaurante, academias, centro de fisioterapia, piscinas, memorial, praça de alimentação, loja do Avaí e setor administrativo.[79]
·         Em 2010 o estádio teve suas obras de ampliação finalizadas, com o rebaixamento dos novos setores cobertos e a colocação de cadeiras em todo o estádio. A Capacidade atual é de 17.800 torcedores.
Uniformes
UNIFORME DO AVAÍ

Jogadores
·         1º - Camisa com listras verticais em azul e branco, calções brancos e meias brancas com listas azuis finas;
·         2º - Camisa branca com marca d'água de listas azuis, calções azuis e meias azuis com listas brancas finas;

·         3º - Camisa azul, calções e meias brancas.

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada