miércoles, 26 de octubre de 2016

AMERICANO DE CAMPOS


AMERICANO DE CAMPOS
Americano Futebol Clube é uma agremiação esportiva sediada em Campos dos Goytacazes, no Estado do Rio de Janeiro, no Brasil. Foi fundado em 1 de junho de 1914. Campeão Brasileiro da Série B de 1987, é o clube do Estado do Rio de Janeiro que mais disputou o brasileiro da Série B com 20 participações, é o maior campeão local e também o primeiro clube do interior do estado do Rio de Janeiro a vencer a Taça Guanabara e Taça Rio.



CAMPO DOS GOYTACAZES - RIO DE JANEIRO

CAMPOS


Fundação e Primeiros Anos
No mês de abril de 1914, esteve em Campos para jogar contra um combinado local, o time do America Football Club, uma das melhores equipes do Brasil na época e que era o atual campeão carioca.
O jogo deveria ser contra uma equipe formada pelos melhores jogadores da cidade, mas o presidente da Liga de Futebol, Múcio da Paixão, resolveu que o time teria dois jogadores de cada time, o que não foi aceito por muitos dos atletas que acabaram formando uma outra equipe para também enfrentar os cariocas, contrariando a vontade do dirigente maior da Liga Campista.
O combinado dos melhores jogadores de Campos, liderado por Luiz Pamplona, do Clube Esportivo Rio Branco, Nelson Póvoa, do Aliança, e Sinhô Campos, do Luso-Brasileiro, se reuniram no caldo do Zezé Póvoa, no centro da cidade, para escalar o selecionado que jogaria contra o time rubro do Rio de Janeiro, fato que foi apresentado e não aceito pela liga, que ameaçou puni-los, caso a partida fosse realizada, mas eles não se intimidaram e jogaram assim mesmo, tendo perdido o jogo por 3 a 1, bem menos do que o time posto em campo por Múcio, que saiu derrotado por 6 a 0.
Surgiu daí a ideia de formar um novo clube de futebol na cidade. Em uma palestra no Hotel Internacional, proferida após a partida pelo jogador Belfort Duarte, que quando soube do movimento logo sugeriu o nome de América para o novo clube, o que foi de muito agrado. Mas por intervenção dos irmãos Bertoni, uruguaios que jogavam no time do Rio, e que ficaram em Campos por uns dias como convidados dos irmãos Pamplona, o clube se chamaria Americano Futebol Clube, nome de um antigo time de São Paulo, pelo qual os uruguaios haviam jogado e que tinha fechado as portas sem conhecer o desgosto de uma derrota sequer. A ideia logo conquistou os adeptos e esse foi o nome de batismo do novo clube.
A data de fundação foi 3 de maio de 1914 e as cores adotadas foram o preto e o branco em homenagem ao Clube de Regatas Saldanha da Gama, do qual todos eram sócios. O Rio Branco, que teve a perda de oito jogadores para o Americano, foi o escolhido para ser o primeiro adversário oficial, em jogo que ocorreu a 12 de maio, com vitória do alvinegro por 4 a 1.
Maior vencedor da história do Campeonato Fluminense de Futebol (relativo ao Estado do Rio de Janeiro pré-fusão com o Estado da Guanabara) e maior clube da cidade deCampos dos Goytacazes, o Americano ingressou no Campeonato Carioca em 1976 (antes mesmo da fusão das federações carioca e fluminense de futebol). A partir de 1978, com a fusão dessas federações, o clube voltou a disputar o Campeonato Fluminense.
Na Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro, o Americano foi incluído, como parte da fusão entre dois Estados brasileiros, no Campeonato Nacional de 1975, tornando-se, com isso, o primeiro clube do lugar e até mesmo do interior do novo Estado do Rio de Janeiro, a participar de tal certame.
O Jornal dos Sports de 25 de agosto de 1975 estampava o título: "Campos vibra com Americano: 2 x 1 no Santos". Da matéria faziam parte algumas apreciações como as que se seguem: "O time mostrou que está no Campeonato pra valer. Jogou com entusiasmo, venceu e provou que nem só dos cariocas vive o futebol do novo Estado".
A ficha técnica desse jogo, o da estreia no Campeonato Brasileiro, está aqui: Americano - Dorival; Nei Dias, Mundinho (Luisinho), Luís Alberto e Capetinha; Ico e Didinho; Luís Carlos, Rangel, Messias e Paulo Roberto. Santos - Joel; Tuca, Oberdan, Bianchi e Zé Carlos; Clodoaldo e Didi (Alceu); Mazinho, Cláudio Adão, Toinzinho e Edu. Arbitragem de Luís Carlos Félix, auxiliado por Paulo Antunes e Célio Couto. Renda de Cr$ 191.000,00 (14.307 pagantes). 1º tempo - Empate de 1 x 1 (Paulo Roberto aos 10' e Mazinho aos 43'). Final - Americano 2 x 1 (Rangel aos 42').
O seu melhor desempenho foi a 27° colocação em 1978, entre 74 participantes. No Campeonato Carioca, sua melhor colocação foi o vice-campeonato de 2002, ano em que conquistou a Taça Guanabara (Primeiro Turno) e a Taça Rio (Segundo Turno).
RUMO A CAMPOS

Estádio
O Americano mandava os seus jogos no Estádio Godofredo Cruz, que já teve capacidade para 25 000 espectadores[3] . Porém, em 2009, o estádio teve a capacidade reduzida para 9 000 pessoas pela Defesa Civil, por motivos de segurança[3] , vindo a ser demolido em 2014.
Títulos
INTERNACIONAIS
            Competição                   Títulos Temporadas
Coreia do Sul      Taça do Rei                   1          1981
=Emirados Árabes Unidos      Torneio do Oriente Médio          1        1994
NACIONAIS
            Competição                   Títulos Temporadas
            Campeonato Brasileiro - Série B 1        1987 (não reconhecido pela CBF)
Brasil      Campeonato Brasileiro de Seleções Estaduais 1          1988
Espírito Santo (estado)      Copa Integração Petrobrás        1        2006
ESTADUAIS
            Competição                   Títulos Temporadas
Rio de Janeiro      Campeonato Fluminense           6        19541964196519681969 e 1975
Rio de Janeiro      Taça Guanabara            1          2002
Rio de Janeiro      Taça Rio                        1          2002
Rio de Janeiro      Taça Corcovado            1          2015
Rio de Janeiro      Troféu Moisés Mathias de Andrade      1          2009
Rio de Janeiro      Campeonato do Interior 9          19851986198719881989199019911992 e 1993

MASCOTA DO AMERICANO DE CAMPOS

Ídolos
·         Brasil Samuel
·         Brasil Adalberto
·         Brasil Alessandro
·         Brasil Afrânio
·         Brasil Amarildo
·         Brasil Bodoque
·         Brasil Branco
·         Brasil Carlos
·         Brasil Célio Silva
·         Brasil Chico Preto
·         Brasil Didi
·         Brasil Dionísio
·         Brasil Emílson Pessanha
·         Brasil Ernani
·         Brasil Evaldo
·         Brasil Geraldo Braz
·         Brasil Gil
·         Brasil Haroldo
·         Brasil Hélio Trigo
·         Brasil Índio
·         Brasil Joel Gomes
·         Brasil Kieza
·         Brasil Léo
·         Brasil Luciano Viana
·         Brasil Luisinho
·         Brasil Luiz Alberto
·         Brasil Luiz Carlos Salsichão
·         Brasil Maguinho
·         Brasil Mario Seixas
·         Brasil Maneco
·         Brasil Messias
·         Brasil Miguel Gallo
·         Brasil Negão
·         Brasil Neném
·         Brasil Norberto
·         Brasil Odvan
·         Brasil Osmar Lima
·         Brasil Paulo Marcos
·         Brasil Paulo Sérgio
·         Brasil Paulo Roberto - Ponta Esquerda
·         Brasil Pinheiro
·         Brasil Poli
·         Brasil Serginho
·         Brasil Soda
·         Brasil Té
·         Brasil Wederson
·         Brasil Zé Carlos
·         Brasil Zé Henrique
·         Brasil Zé Luís
·         Brasil Washington
·         Brasil Willian


AMERICANO 1915

AMERICANO 1922

AMERICANO 1927

AMERICANO 1936

AMERICANO 1950

AMERICANO 1970

AMERICANO 1975

AMERICANO 1976

AMERICANO 1976

AMERICANO 1980

AMERICANO 1980

AMERICANO 1980

AMERICANO 1980

AMERICANO 1980

AMERICANO 1987

AMERICANO 2006

AMERICANO 2008

AMERICANO 2008

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada