lunes, 8 de julio de 2013

FUTEBOL EM PORTUGAL * HISTORIA E MAIS

Futebol em Portugal
Historia del Futbol en Portugal
DO NORTE AO SUL * FUTEBOL PAIXAO LUSITANA

Futebol em Portugal
Historia del Futbol en Portugal

O futebol é o desporto mais popular em Portugal.1 O órgão dirigente do futebol em Portugal é a Federação Portuguesa de Futebol, abreviada por FPF. A primeira divisão designa-se porPrimeira Liga, e a principal taça nacional é a Taça de Portugal.
O Futebol começou a tornar-se conhecido em Portugal nas últimas décadas do século XIX, trazido por jovens britânicos residentes em Portugal que estudavam em Inglaterra, assim como por estudantes portugueses que de lá regressavam.
CAMPO DO CARCAVELINHOS

O primeiro sítio onde se jogou futebol em Portugal foi no Largo da Achada, na freguesia da Camacha, Ilha da Madeira, no ano de 1875. O desporto foi introduzido por Harry Hinton, jovem britânico que estudava em Londres, mas que residia na Ilha da Madeira, cujo pai tinha uma quinta naquela freguesia, onde costumavam passar os Verões. O jogo foi jogado com uma bola trazida de Inglaterra, depois de explicadas as regras. Testemunhos orais confirmam a rápida e crescente popularidade do desporto, que em breve se alastrou a toda a freguesia, e brevemente ao resto da ilha. Um pequeno monumento foi erguido para comemorar este feito no Largo da Achada.2
Em Portugal Continental a primeira pessoa responsável pela sua aplicação terá sido Guilherme Pinto Basto (de acordo com algumas pessoas, [os seus irmãos Eduardo e Frederico], terá trazido a primeira bola de Inglaterra). Foi ele que teve a iniciativa de organizar uma exposição do novo jogo, que teve lugar em Outubro de 1888, e foi também ele que organizou o primeiro jogo em Janeiro do ano seguinte. A partida teve lugar onde é hoje a Praça de Touros do Campo Pequeno, opondo a equipa de Portugal à da Inglaterra. A portuguesa venceu o jogo 2-1. Consequentemente, o futebol começou atrair a atenção da alta sociedade.
PORTO X LISBOA 1914

Mais tarde começou a ser praticado em academias e levou à fundação de clubes em todo o país. Até o final do século, associações como Club Lisbonense, Grupo Sportivo de Carcavelos, Braço de Prata, Real Ginásio Clube Português, Estrela Futebol Clube, Académico Futebol, Campo de Ourique, Porto Cricket, e Sport Clube Vianense foram fundadas para praticar este desporto ou secções criadas para competir.
A primeira partida, entre Lisboa e Porto, realizou-se em 1894, e foi assistida pelo rei D. Carlos.
O Clube Internacional de Foot-Ball (fundado em 1902) foi a primeira equipa portuguesa a jogar no estrangeiro derrotando, em 1907, o Madrid Football Club na capital espanhola.
CASCAIS 1888 PRIMEIRO JOGO DE FUTEBOL EM PORTUGAL



Selecção Nacional
Selecção Nacional
A Selecção Portuguesa de Futebol tem actualmente uma presença constante nos lugares de topo do Ranking Mundial da FIFA. No Euro 2000 atingiu as meias-finais, no Euro 2004 atingiu a final e no Mundial de 2006 ficou em 4º lugar. Existem ainda várias outras selecções nacionais para além da principal.
EMILIO PEIXE 

Jogadores Notáveis
Jogadores Notáveis
Pelo Futebol Português passaram muitas das maiores estrelas do Futebol, que já ganharam muitos títulos internacionais, incluindo a Taça dos Campeões Europeus, a Taça Intercontinental, a Taça UEFA, a Liga dos Campeões da UEFA, a Taça Intertoto, a Liga Europa, a Supertaça Europeia e o Campeonato do Mundo de Clubes da FIFA. Jogadores como Eusébio, Luís Figo e Cristiano Ronaldo, entre outros, contribuíram e contribuem muito para o desenvolvimento do Futebol Português e da Selecção Nacional.

ESTADIOS
ESTADIOS Em Portugal existem inúmeros estádios sendo os principais o Estádio da Luz (SL Benfica - 65,000 lugares), o Estádio José Alvalade (Sporting CP - 50,000 lugares) e o Estádio do Dragão(FC Porto - 52,000 lugares). Estes estádios são Estádios 5 Estrelas segundo a UEFA, fazendo parte do lote dos melhores da Europa.
A final da Taça de Portugal realiza-se sempre no Estádio Nacional do Jamor, que também já acolheu a final da Taça dos Campeões Europeusem 1967, entre o Celtic e o Inter de Milão e que é o Estádio Oficial da Seleção Portuguesa de Futebol.
A final da Taça da Liga, desde a sua criação realizava-se no Estádio do Algarve, onde o Benfica fora duas vezes seguidas campeão em 2008/09(frente ao Sporting) e em 2009/10 (frente ao Porto).
A final da Supertaça Cândido de Oliveira já se realizou em vários estádios, tendo a sua última edição em sido realizada no Estádio Municipal de Aveiro, na qual o Porto ganhou ao Vitória de Guimarães por 2-1.
Federação Portuguesa de Futebol (FPF) 

Federação Portuguesa de Futebol (FPF)
O órgão dirigente do futebol em Portugal, que organiza a Selecção Portuguesa de Futebol e está sediada em Lisboa. Foi fundada em 31 de Março de 1914 com o nome de União Portuguesa de Futebol, tendo mais tarde mudado o nome para a actual designação.
Fundação 31 de Março de 1914
Sede Lisboa, Portugal
Membros 2226 clubes (até 05-2008)
Presidente Fernando Gomes1 2
Sítio oficial http://www.fpf.pt
História
História
Fundada a 31 de Março de 1914 pelas três associações regionais então existentes – Lisboa, Portalegre e Porto – a União Portuguesa de Futebol foi a antecessora da actual Federação Portuguesa de Futebol, que ganhou esta denominação no Congresso Extraordinário de 28 de Maio de 1926.
Nos primeiros anos da sua existência, a UPF limitou-se a organizar alguns encontros entre as selecções de Lisboa e do Porto, bem como a apresentar a candidatura de Portugal à FIFA, candidatura essa que foi aceite no XII Congresso da FIFA, organizado em Genebra, em Maio de 1923, e a partir do qual Portugal passou a ser um membro efectivo daquele organismo.
Selecção Nacional Portuguesa

História
Selecção Nacional Portuguesa
História
No dia 18 de Dezembro de 1921, a Selecção Portuguesa de futebol defrontou, em Madrid, a sua congénere espanhola. Perdeu por 3-1. O jogo ficaria para a história porque foi a primeira vez que uma representação nacional de futebol entrava em campo com a camisola das quinas. Daí para cá, Portugal já disputou mais de 430 jogos.
A Selecção Portuguesa, que começara por ser, praticamente, um grupo de amigos apaixonados pelo futebol, tornou-se, aos poucos, uma paixão nacional. Ricardo Ornellas, um dos responsáveis pelo seu aparecimento, chamou-lhe um dia a «equipa de todos nós» e ainda hoje é assim que é conhecida e sobretudo sentida pelos portugueses.
Com os olhos postos no futuro, a Selecção Nacional, pode orgulhar-se do seu passado do qual se destacam brilhantes prestações em fases finais de Campeonatos da Europa e do Mundo.
Palmarés
Palmarés
1 Título de Vice-Campeão Europeu 5 Presenças em Campeonatos do Mundo - 1966, 1986, 2002, 2006 e 2010 6 Presenças em Campeonatos da Europa - 1984, 1996, 2000, 2004, 2008 e 2012
Internacionalizações
Internacionalizações
Seja qual for a modalidade, não há palavras para descrever o orgulho e a honra de alguém que enverga a camisola de uma Selecção Nacional.
Ao nível da Selecção Nacional - Clube Portugal, a lista dos mais internacionais é encabeçada por dois dos mais carismáticos jogadores portugueses: Fernando Couto e Luís Figo, que juntos somam mais de 235 jogos pela "equipa de todos nós".
Mas há também nomes que são referências inesquecíveis para os mais velhos e de quem, certamente, os mais novos já ouviram falar...
1. Luís Figo 127 Jogos (Retirado)
2. Fernando Couto 110 Jogos (Retirado)
3. Cristiano Ronaldo 102 Jogos
4. Rui Costa 94 Jogos (Retirado)
5. Pauleta 88 Jogos (Retirado)
6. Simão Sabrosa 85 Jogos (Retirou-se da Selecção)
7. João Vieira Pinto 81 Jogos (Retirado)
8. Vítor Baía 80 Jogos (Retirado)
9. Ricardo 79 Jogos
10. Nuno Gomes 79 Jogos
Liga ZON Sagres

Liga ZON Sagres
Equipa Localidade Estádio
Académica Coimbra Estádio Cidade de Coimbra
Beira-Mar Aveiro Estádio Municipal de Aveiro
Benfica Lisboa Estádio do Sport Lisboa e Benfica (Estádio da Luz)
Estoril Estoril Estádio António Coimbra da Mota
Gil Vicente Barcelos Estádio Cidade de Barcelos
Marítimo Funchal Estádio dos Barreiros
Moreirense Moreira de Cónegos Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas
Nacional Funchal Estádio da Madeira
Olhanense Olhão Estádio José Arcanjo
Paços de Ferreira Paços de Ferreira Estádio da Mata Real
FC Porto Porto Estádio do Dragão
Rio Ave Vila do Conde Estádio do Rio Ave Futebol Clube (Estádio dos Arcos)
Sporting Lisboa Estádio José Alvalade — Século XXI
Sp. Braga Braga Estádio AXA (Estádio Municipal de Braga)
V. Guimarães Guimarães Estádio D. Afonso Henriques
V. Setúbal Setúbal Estádio do Bonfim


Segunda Liga
Segunda Liga
Equipa Localidade Estádio
Arouca Arouca Estádio Municipal de Arouca
Atlético Lisboa Estádio da Tapadinha
Belenenses Lisboa Estádio do Restelo
Benfica B Lisboa Estádio do Bravo
Desportivo das Aves Cidade Estádio do Clube Desportivo das Aves
Feirense Santa Maria da Feira Estádio Marcolino de Castro
Freamunde Freamunde Complexo Desportivo do Freamunde
Leixões Matosinhos Estádio do Mar
Marítimo B Funchal Campo da Imaculada Conceição
Naval 1.º de Maio Figueira da Foz Estádio Municipal José Bento Pessoa
Oliveirense Oliveira de Azeméis Estádio Carlos Osório
Penafiel Penafiel Estádio Municipal 25 de Abril
Porto B Porto Estádio Dr. Jorge Sampaio
Santa Clara Ponta Delgada Estádio de São Miguel
Sporting B Lisboa Estádio Arnaldo Dias
Sporting da Covilhâ Covilhã Complexo Desportivo da Covilhã
Sporting de Braga B Braga Estádio 1.º de Maio
Tondela Tondela Estádio João Cardoso
Trofense Trofa Estádio Clube Desportivo Trofense
União da Madeira Funchal Campo Adelino Rodrigues
Varzim Póvoa de Varzim Estádio do Varzim Sport Club
Vitória de Guimarães B Guimarães Estádio D. Afonso Henriques
Equipas despromovidas dos escalões profissionais para a II Divisão
Equipas despromovidas dos escalões profissionais para a II Divisão
Equipa Localidade Estádio
Portimonense Portimão Estádio Municipal de Portimão
União de Leiria Leiria Estádio Dr. Magalhães Pessoa
LIGA ZON SAGRES
LIGA ZON SAGRES
LISBOA 1894

A Primeira Liga é um campeonato de futebol profissional disputado em Portugal desde 1934 pelos clubes da primeira divisão do país. O seu actual campeão é o FC Porto e o maior vencedor é o Benfica, com 32 títulos. Ocupa a quinta posição no ranking da UEFA de 2012 e a décima oitava posição no ranking mundial da IFFHS de 2012.
Actualmente, a Primeira Liga adopta a denominação comercial de Liga ZON Sagres1 decorrente do patrocínio pela Centralcer, produtora da conhecida marca de cerveja Sagres, e pela empresa de telecomunicações ZON Multimédia. A denominação comercial da Primeira Liga muda de tempos a tempos em função dos contratos de patrocínios celebrados pela entidade organizadora da competição, e detentora dos respectivos direitos comerciais – a Liga Portuguesa de Futebol Profissional.
O campeonato foi criado em 1938. Inicialmente foi designado como Primeira Liga Experimental durante quatro épocas, altura em que passou a designar-se Primeira Divisão, na época de 1938/39 e que passou a definir o Campeão Nacional, título que era até então atribuído ao vencedor do Campeonato de Portugal. O controlo da competição passou para a LPFP na época de 1999/00 e o seu nome foi alterado para Primeira Liga. Três anos depois, com o patrocínio da Galp, passaria a designar-se como SuperLiga Galp Energia. Na época2005/06, mudou de patrocinador e passou a ser chamada como Liga Betandwin.com. O campeonato mudou de nome outra vez na época 2006/07 para bwinLiga, refletindo uma alteração no nome do seu patrocinador. A 23 de janeiro de 2008 foi anunciado pela LPFP que na época de 2008/09 esta competição passaria a chamar-se Liga Sagres devido à mudança do principal patrocinador da competição.2 No dia 5 de julho de 2010, a TVI revelou que a Zon Multimédia se juntaria àSagres para formar a Liga ZON Sagres, como nova denominação da Liga Sagres.3

Forma de disputa
Forma de disputa
O campeonato iniciou a 1934-35 e confrontou apenas oito equipas na Primeira Divisão. Já em 1939-40 competiram dez equipas para, por apenas a temporada seguinte, voltar a apenas oito. A temporada de 1941-42 contaria com doze equipas provisoriamente até à temporada seguinte, em que passou novamente a dez equipas. Este número de clubes ir-se-ia manter até 1945-46, altura em que admitiu doze equipas, passando imediatamente na temporada seguinte a quatorze equipas, assim se mantendo durante 25 épocas. Na temporada de 1971-72 passou a dezasseis equipas para, em 1987-88, passar a admitir vinte, assim se mantendo por duas épocas. Em 1989-90 assume o formato das dezoito equipas, com uma excepção na temporada seguinte (20), mantendo-se assim até a época 2005/2006, sendo que na época 2006-07 houve uma redução para 16 equipas. Têm sido recorrentes os casos de salários em atraso nos clubes portugueses, uma vez que o bolo da receita televisiva não é suficiente para todos.
Televisão
Televisão
Em Portugal
A SportTV tem os direitos exclusivos de transmissão dos jogos da Primeira Liga e difunde-os através dos seus canais pagos. A Benfica TV possui os todos os direitos da transmissão dos jogos do Benfica em casa. Nas transmissões fora de Portugal as emissoras compram directamente à emissora os direitos televisivos. No entanto, um jogo por semana é emitido em sinal aberto no satélite na RTP Internacional e RTP África.
No Brasil
O Terra transmite em Internet, com sinal de televisão. As Organizações Globo detêm os direitos de transmissão no Brasil, transmitindo os jogos nos canais SporTV, SporTV2 e Sportv HD. Além de também passar no canal BandSports e em televisão aberta com exclusividade na TV Esporte Interativo.
Historial

Época      Campeão  Vice-campeão    Melhor Marcador   Golos/Jogos
Historial
Época Campeão  Vice-campeão    Melhor Marcador Golos/Jogos
1934–35 FC Porto Sporting  Soeiro - Sporting 14/14
1935/36 Benfica FC Porto  Pinga - FC Porto 21/14
1936/37 Benfica Belenenses  Soeiro - Sporting 24/14
1937/38 Benfica FC Porto  Peyroteo - Sporting 34/14
1938/39 FC Porto Sporting  Costuras - FC Porto 18/14
1939/40 FC Porto Sporting  Peyroteo - Sporting Slavko Kodrnja - FC Porto 29/18  
1940/41 Sporting FC Porto  Peyroteo - Sporting 29/14
1941/42 Benfica Sporting  Correia Dias - FC Porto 36/22
1942/43 Benfica Sporting  Júlio Correia da Silva - Benfica 24/18
1943/44 Sporting Benfica  Francisco Rodrigues - Vitória de Setúbal 28/18
1944/45 Benfica Sporting  Francisco Rodrigues - Vitória de Setúbal 21/18
1945/46 Belenenses Benfica  Peyroteo - Sporting 37/22
1946/47 Sporting Benfica  Peyroteo - Sporting 43/26
1947/48 Sporting Benfica  António Araújo - FC Porto 36/26
1948/49 Sporting Benfica  Peyroteo - Sporting 40/26
1949/50 Benfica Sporting  Julinho - Benfica 28/26
1950/51 Sporting FC Porto  Manuel Vasques - Sporting 29/26
1951/52 Sporting Benfica  José Águas - Benfica 28/26
1952/53 Sporting Benfica  Matateu - Belenenses 29/26
1953/54 Sporting FC Porto  João Martins - Sporting 31/26
1954/55 Benfica Belenenses  Matateu - Belenenses 29/26
1955/56 FC Porto Benfica  José Águas - Benfica 28/26
1956/57 Benfica FC Porto  José Águas - Benfica 30/26
1957/58 Sporting FC Porto  Arsénio Duarte - GD CUF Barreiro 23/26
1958/59 FC Porto Benfica  José Águas - Benfica 26/26
1959/60 Benfica Sporting  Edmur Ribeiro - Vitória 25/26
1960/61 Benfica Sporting  José Águas - Benfica 27/26
1961/62 Sporting FC Porto  Veríssimo - FC Porto 23/26
1962/63 Benfica FC Porto  José Torres - Benfica 26/26
1963/64 Benfica FC Porto  Eusébio - Benfica 28/26
1964/65 Benfica FC Porto  Eusébio - Benfica 28/26
1965/66 Sporting  Benfica   Eusébio - Benfica Ernesto Figueiredo  Sporting25/26
1966/67 Benfica Académica de Coimbra   Eusébio - Benfica 31/26
1967/68 Benfica Sporting  Eusébio - Benfica 42/26
1968/69 Benfica FC Porto   Manuel António - Académica de Coimbra 19/26
1969/70 Sporting Benfica  Eusébio - Benfica 20/26
1970/71 Benfica Sporting  Artur Jorge - Benfica 23/26
1971/72 Benfica Vitória de Setúbal   Artur Jorge - Benfica 27/30
1972/73 Benfica Belenenses  Eusébio - Benfica 40/26
1973/74 Sporting Benfica  Yazalde - Sporting 46/30
1974/75 Benfica FC Porto  Yazalde - Sporting 30/30
1975/76 Benfica Boavista  Rui Jordão - Benfica 30/30
1976/77 Benfica Sporting  Fernando Gomes - FC Porto 26/30
1977/78 FC Porto Benfica  Fernando Gomes - FC Porto 25/30
1978/79 FC Porto Benfica  Fernando Gomes - FC Porto 27/30
1979/80 Sporting FC Porto  Rui Jordão - Sporting 31/30
1980/81 Benfica FC Porto  Nené - Benfica 20/30
1981/82 Sporting Benfica  Jacques Pereira - FC Porto 27/30
1982/83 Benfica FC Porto  Fernando Gomes - FC Porto 36/30
1983/84 Benfica FC Porto Fernando Gomes - FC Porto Nené - Benfica 21/30
1984/85 FC Porto Sporting  Fernando Gomes - FC Porto 39/30
1985/86 FC Porto Benfica  Manuel Fernandes - Sporting 30/30
1986/87 Benfica FC Porto  Paulinho Cascavel - Vitória de G. 22/30
1987/88 FC Porto Benfica  Paulinho Cascavel - Sporting 23/38
1988/89 Benfica FC Porto  Vata - Benfica 16/38
1989/90 FC Porto Benfica  Mats Magnusson - Benfica 33/34
1990/91 Benfica FC Porto  Rui Águas - Benfica 25/38
1991/92 FC Porto Benfica  Ricky - Boavista 30/34
1992/93 FC Porto Benfica  Jorge Cadete - Sporting 18/34
1993/94 Benfica FC Porto  Rashid Yekini - Vitória de Setúbal 21/34
1994/95 FC Porto Sporting  Hassan Nader - Farense 21/34
1995/96 FC Porto Benfica  Domingos Paciência - FC Porto 25/34
1996/97 FC Porto Sporting  Mário Jardel - FC Porto 30/34
1997/98 FC Porto Benfica  Mário Jardel - FC Porto 26/34
1998/99 FC Porto Boavista  Mário Jardel - FC Porto 36/34
1999/00 Sporting FC Porto  Mário Jardel - FC Porto 37/34
2000/01 Boavista FC Porto  Renivaldo Pena - FC Porto 22/34
2001/02 Sporting Boavista  Mário Jardel - Sporting 42/34
2002/03 FC Porto Benfica  Fary Faye - Beira-Mar 18/34
2003/04 FC Porto Benfica  Benni McCarthy - FC Porto 20/34
2004/05 Benfica FC Porto  Liédson - Sporting 25/34
2005/06 FC Porto Sporting  Meyong - Belenenses 17/25
2006/07 FC Porto Sporting  Liédson - Sporting 15/29
2007/08 FC Porto Sporting  Lisandro - FC Porto 24/27
2008/09 FC Porto Sporting  Nenê - CD Nacional 20/28
2009/10 Benfica Sporting de Braga  Óscar Cardozo - Benfica 26/29
2010–11 FC Porto Benfica  Hulk - FC Porto 23/26
2011–12 FC Porto Benfica  Óscar Cardozo - Benfica 20/29
2012–13 FC Porto Benfica  Jackson Martínez - FC Porto 26/30
TREINADORES & CLUBES

Palmarés
Clubes        Vezes Campeão     Ano Campeão
Belenenses        1          1945/46
Boavista  1          2000/01


Recordes
Recordes
Clube com mais títulos: Benfica   com 32 títulos
Clube com mais vices: Benfica com 25 vices
Clube com mais participações: Benfica, FC Porto e Sporting  com 79 participações
Clube com mais vitórias: Benfica com 1467 vitórias
Clube com mais empates: Belenenses com 475 empates
Clube com mais derrotas: V. Setúbal com 750 derrotas
Clube com melhor ataque: Benfica com 5270 golos marcados
Clube com pior defesa: Académica com 2830 golos sofridos
Clubes com mais campeonatos acabados sem derrotas: FC Porto (2010–11 e 2012–13) e Benfica (1972–73 e 1977–78)
Clube com mais pontos: FC Porto com 86 pontos, em 2002–03
Clube com mais vitórias: Benfica com 32 vitórias, em 1990–91
Clube com mais empates: Penafiel e Sp. Braga com 18 empates, em 1987–88
Clube com mais derrotas: Estrela da Amadora com 25 derrotas, em 2004–05
Clube com melhor ataque: Sporting com 123 golos macados, em 1946–47
Clube com pior defesa: Sanjoanense com 118 golos sofridos, em 1946–47
Jogos
Jogo com mais golos: 15–2 Belenenses vs Académica, em 1944–45
Maior vitória em casa: 14–0 Sporting vs Leça, em 1941–42
CF Os Unidos vs V. Guimarães, em 1942/43
Maior vitória fora: 1–12 Académico vs FC Porto, em 1938–39
Outros  Em 2010–11, o FC Porto conseguiu ser o primeiro clube a acabar o Campeonato sem derrotas no século XXI, apenas empatando 3 vezes.

Jogadores
Melhores marcadores
#   Jogador      Período     Clube         Golos/Média por jogo
Melhores marcadores
# Jogador Período Clube Golos/Média por jogo
1 Peyroteo 1937–1949 Sporting 331 (1,68)
2 Eusébio 1960–1977 Benfica 319 (1,02)
3 Fernando Gomes 1974–1991 FC Porto 318 (0,79)
4 José Águas 1950–1963 Benfica 290 (1,03)
5 Nené 1968–1986 Benfica 262 (0,62)
6 Manuel Fernandes 1970–1988 Sporting 243 (0,50)
7 Matateu 1951–1967 Belenenses 218 (0,75)
8 José Torres 1959–1980 Benfica 217 (0,57)
9 Rui Jordão 1971–1989 Sporting 215 (0,60)
10   Arsénio Duarte 1943–1959Benfica 211 (0,67)
Golos
Golos  Melhor marcador: Peyroteo com 331 golos marcados entre 1937–1949, no Sporting com uma média de 1,68 golos por jogo
Época - Melhor marcador: Yazalde com 46 golos marcados, no Sporting, em 1973/74 com uma média de 1,53 golos por jogo

Transferências


#   Jogador         De         Para                  Custo      Ano
Transferências
# Jogador De Para Custo Ano
1  Hulk FC Porto  Zenit € 60 milhões 2012
2  Falcao FC Porto  Atlético de Madrid € 47 milhões 2011
3  James Rodríguez FC Porto  Monaco € 45 milhões 2013
4  Witsel Benfica  Zenit         € 40 milhões 2012
5  Ángel di María Benfica  Real Madrid € 33 milhões 2010
6  Anderson FC Porto  Manchester United € 31,7 milhões 2006
7  Fábio Coentrão Benfica  Real Madrid € 30 milhões 2011
8  Pepe FC Porto  Real Madrid € 30 milhões 2006
9  Ricardo Carvalho FC Porto  Chelsea € 30 milhões 2005
10  Nani Sporting  Manchester United € 25,5 milhões 2006
Jogadores Vencedores de Prémios Europeus
Jogadores Vencedores de Prémios Europeus
Os jogadores abaixo referidos, venceram prémios individuais pela UEFA e FIFA enquanto jogavam em equipas da Liga Portuguesa de Futebol.
Bola de Ouro:
 Eusébio - 1965 (Benfica)
Bota de Ouro:
 Eusébio - 1967, 1972 (Benfica)
 Héctor Yazalde - 1973 (Sporting)
 Fernando Gomes - 1982, 1984 (Porto)
 Mário Jardel - 1998 (Porto)
 Mário Jardel - 2001 (Sporting)
Melhor jogador Europeu (Bola de Prata):
 Deco - 2004 (Porto)
Melhor jogador do ano UEFA:
 Deco - 2003-2004 (Porto)
Taça de Portugal
CROMOS DE 1945

Taça de Portugal
A Taça de Portugal é a segunda competição mais importante do futebol português, nos moldes da Copa do Brasil, Taça de Inglaterra,Taça do Rei, entre outras. O actual detentor da Taça de Portugal é o Vitória de Guimarães. Foi conhecida, por razões de patrocínio, porTaça de Portugal Millennium entre as temporadas 2008–09 e 2010–11.
Em 1921, a Federação Portuguesa de Futebol impulsionou o designado Campeonato de Portugal(competição antecessora da Taça de Portugal). O Campeonato de Portugal disputou-se entre 1921/22 e 1937/38 no sistema de eliminatórias e era a competição que apurava o Campeão Nacional. As equipas apuravam-se para esta competição através dos campeonatos regionais. Quando o Campeonato de Portugalterminou, surgiu a Taça de Portugal em 1938/39.
A Taça de Portugal é organizada pela Federação Portuguesa de Futebol e é disputada, igualmente, no sistema de eliminatórias a uma mão e nela participam todos os clubes das quatro divisões nacionais (Primeira Liga, Liga de Honra, II Divisão, e III Divisão).
A final é normalmente, com algumas excepções, disputada no Estádio Nacional, no Jamor (concelho de Oeiras), perto de Lisboa.
A partir da época 2008/2009, e por mais duas épocas, esta competição passou a ser denominada por Taça de Portugal Millennium, em virtude do patrocínio e acordo entre a Federação Portuguesa de Futebol e o Millennium BCP.1

O Local
O Local
Desde 1946 a Final da Taça era jogada no Estádio Nacional perto Lisboa no Jamor mas nem sempre foi assim.
Em 1961 (embora o Estádio das Antas seja a casa do FC Porto) foi acordado com a Federação Portuguesa de Futebol e com o Leixões jogar-se a final no Estádio das Antas. Nos 3 anos seguintes à Revolução dos Cravos, época 1982/83, o FC Porto exerce novamente pressão à Federação Portuguesa de Futebol. Alegam que, irão recusar jogar a Final da Taça de Portugal caso esta fosse realizada no Estádio Nacional. A Federação Portuguesa de Futebol cedeu e a final de 1982/83 foi realizada novamente no Estádio das Antas
Época   Local      Vencedor       Resultado                 Finalista

Campeonato de Portugal (1922–1938)
Época Local      Vencedor Resultado Finalista
Campeonato de Portugal (1922–1938)
1922 Campo do Bessa, Porto FC Porto  3–1 ap Sporting
1922–23Estádio de São Luís,  Sporting   3–0 Académica
1923–24 Campo Grande, Lisboa Olhanense 4–2 FC Porto
1924–25Campo de Monserrate, Viana do Castelo FC Porto 2–1 Sporting
1925–26 Campo do Ameal, Porto Marítimo     2–0 Belenenses
1926–27 Estádio do Lumiar, Lisboa Belenenses 3–0 Vitória de Setúbal
1927–28 Campo do Palhavã, Lisboa Carcavelinhos 3–1 Sporting
1928–29 Campo do Palhavã, Lisboa Belenenses     3–1 União de Lisboa
1929–30 Campo Grande, Lisboa Benfica               2–1 Barreirense
1930–31 Campo do Arnado, Coimbra   Benfica         3–0 FC Porto
1931–32 Campo do Arnado, Coimbra    FC Porto      2–1 Belenenses
1932–33 Estádio do Lumiar, Lisboa Belenenses         3–1 Sporting
1933–34 Estádio do Lumiar, Lisboa Sporting          4–3 ap Barreirense
1934–35 Estádio do Lumiar, Lisboa Benfica             2–1 Sporting
1935–36 Estádio do Lumiar, Lisboa Sporting           3–1 Belenenses
1936–37 Campo do Arnado, Coimbra FC Porto      3–2 Sporting
1937–38 Estádio do Lumiar, Lisboa Sporting           3–1 Benfica
Taça de Portugal (1939–presente)
1987–88 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras    FC Porto 1–0   Vitória de G
1988–89 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Belenenses 2–1 Benfica
1989–90 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras    Estrela da Amadora 2–0 Farense
1990–91 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   FC Porto 3–1 ap Beira-Mar
1991–92 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Boavista 2–1 FC Porto
1992–93 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras    Benfica 5–2 Boavista
1993–94 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   FC Porto 2–1 ap Sporting
1994–95 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Sporting 2–0 Marítimo
1995–96 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Benfica 3–1 Sporting
1996–97 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras  Boavista 3–2 Benfica
1997–98 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras  FC Porto 3–1 Braga
1998–99 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Beira-Mar     1–0 Campomaiorense
1999–00 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras FC Porto 2–0 Sporting
2000–01 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras    FC Porto 2–0 Marítimo
2001–02 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Sporting,1–0 Leixões
2002–03 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   FC Porto 1–0 União de Leiria
2003–04 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Benfica 2–1 ap FC Porto
2004–05 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras Vitória de Setúbal 2–1 Benfica
2005–06 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras  FC Porto 1–0  Vitória de Setúbal
2006–07 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Sporting 1–0 Belenenses
2007–08 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Sporting 2–0 ap FC Porto
2008–09 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras    FC Porto 1–0   Paços de Ferreira
2009–10 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras    FC Porto 2–1 Chaves
2010–11 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras  FC Porto 6–2  Vitória de Guimarães
2011–12 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Académica 1–0 Sporting
2012–13 Estádio Nacional do Jamor, Oeiras   Vitória de Guimarães 2–1 SL Benfica
Palmarés
JORNAL ESPORTIVO A BOLA 1950

Campeonato de Portugal
Palmarés
Campeonato de Portugal
Clube Títulos Anos dos títulos
Sporting CP 4 1923, 1934, 1936, 1938
FC Porto 4 1922, 1925, 1932, 1937
CF Belenenses 3 1927, 1929, 1933
SL Benfica 3 1930, 1931, 1935
Olhanense 1 1924
CS Marítimo 1 1926
Carcavelinhos 1 1928
FC Barreirense 0 -
Académica 0 -
Vitória Setúbal 0 -
União Lisboa 0 -
Taça de Portugal

Clube                    Títulos Anos dos títulos
Taça de Portugal
Clube Títulos Anos dos títulos
SL Benfica 24 1940, 1943, 1944, 1949, 1951, 1952, 1953, 1955, 1957, 1959, 1962, 1964, 1969, 1970, 1972, 1980, 1981, 1983, 1985, 1986, 1987, 1993, 1996, 2004
FC Porto 16 1956, 1958, 1968, 1977, 1984, 1988, 1991, 1994, 1998, 2000, 2001, 2003, 2006, 2009, 2010, 2011
Sporting CP 15 1941, 1945, 1946, 1948, 1954, 1963, 1971, 1973, 1974, 1978, 1982, 1995, 2002, 2007, 2008
Boavista F.C. 5 1975, 1976, 1979, 1992, 1997
Vitória de Setúbal 3 1965, 1967, 2005
Belenenses 3 1942, 1960, 1989
Académica 2 1939, 2012
Vit. de Guimarães 1 2013
Sp. Braga 1 1966
S.C. Beira-Mar 1 1999
Leixões S.C. 1 1961
Estrela da Amadora 1 1990
Marítimo 0 -
Atlético CP 0 -
FC Paços de Ferreira 0 -
Campomaiorense 0 -
S.C. Covilhã 0 -
G.D. Estoril-Praia 0 -
S.C. Farense 0 -
U.D. Leiria 0 -
Rio Ave F.C. 0 -
S.C.U. Torreense 0 -
D. Chaves 0 -
SELECCAO DE LISBOA 1947

Taça da Liga
Taça da Liga
A Taça da Liga é uma competição de futebol organizada pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, e que começou na temporada 2007–08.1 Foi proposta pelo Sporting e pelo Boavista, em 2006, e aprovada por unanimidade por todos os clubes das ligas profissionais, numa reunião no Porto, a 28 de novembro de 2006. Todas as equipas dos dois primeiros escalões de futebol profissional, Primeira Liga eLiga de Honra, participam nesta competição. Por motivos de patrocínio, nas primeiras três temporadas era conhecida como Carlsberg Cup, depois por Bwin Cup e após a sentença do Tribunal do Porto, a 6 de janeiro de 2012, que impediu a Bwin de publicitar a sua marca através de patrocínios ou publicidade, passou a chamar-se apenas Taça da Liga. O primeiro vencedor foi o V. Setúbal, que derrotou o Sporting por 3 a 2 nos penáltis. O actual detentor do troféu é o SC Braga, que venceu a prova ao derrotar o FC Porto por 1 a 0 na final realizada a 13 de Abril de 2013.
Época Vencedor Resultado Finalista Vencido
2007–08 V. Setúbal 0 – 0 (3–2 gp) Sporting
2008–09 Benfica 1 – 1 (3–2 gp) Sporting
2009–10 Benfica 3 – 0 FC Porto
2010–11 Benfica 2 – 1 Paços de Ferreira
2011–12 Benfica 2 – 1 Gil Vicente
2012–13 Sp. Braga 1 – 0 FC Porto
Supertaça Cândido de Oliveira
Supertaça Cândido de Oliveira
A Supertaça Cândido de Oliveira, também conhecida como Supertaça de Portugal ou apenas Supertaça é um troféu que se disputa todos os anos entre o vencedor do campeonato português de futebol e o vencedor da Taça de Portugal a partir do campeonato 1978–79, sendo a primeira edição ganha pelo Boavista FC ao FC Porto por 2-1. No caso de o mesmo clube se sagrar Campeão Nacional e vencer a Taça de Portugal (dobradinha) disputa-se um jogo entre o clube que ganhou o Campeonato e o que foi derrotado na final da Taça de Portugal. Tradicionalmente, o jogo inaugura a época seguinte mas é referente à época anterior.
As últimas quatro edições foram ganhas pelo Futebol Clube do Porto, que se tornou, assim, no primeiro clube a ganhar três supertaças consecutivas e na época seguinte quatro.1
Na época 1943–44 foi realizado um jogo entre o campeão de Portugal (Sporting CP) e o vencedor da Taça (SL Benfica) para inaugurar oEstádio Nacional. Era suposto que a competiçao chamada Taça Império (não confundir com Taça do Império que foi a primeira encarnação da Taça de Portugal) fosse disputada a partir desse ano, mas foi cancelada. A Supertaça, nome sob o qual se disputaram as primeiras edições, começou de forma não oficial na época de 1978–79, tendo-se jogado entre o Boavista (vencedor da Taça) e o FC Porto (campeão nacional); o troféu foi conquistado pelo Boavista com o resultado de 2 a 1.
Na época seguinte voltou a realizar-se, desta vez confrontando o Sporting e o Benfica. Esta foi a última prova disputada não oficialmente e a primeira que se jogou em duas mãos.
Tendo esta prova alcançado um sucesso digno de registo em ambas as edições, a Federação Portuguesa de Futebol decidiu chamar a si a organização do evento, determinando que se realizaria todos os anos, em duas mãos, e se passaria a chamar "Supertaça Cândido de Oliveira", em homenagem a Cândido de Oliveira.
As regras diziam que seriam realizados dois jogos e que ganharia a taça o clube que conseguisse o melhor resultado no conjunto das duas mãos. Se se verificasse um empate, um terceiro jogo seria realizado em campo neutro. Esta situação aconteceu por seis vezes (1983–84, 1990–91, 1992–93, 1993–94, 1994–95 e 1990–00), sendo que, na época de 1983–84, o desempate foi também realizado em duas mãos, num total de quatro jogos disputados.
Tendo em consideração um contínuo desinteresse pela prova e de modo a se conseguir a redução de jogos por ano, a Federação decidiu que a partir da época de 2000–01, apenas se disputaria um jogo para a atribuição do troféu, realizando-se este, num campo neutro escolhido pela própria.
Clube             Títulos Épocas dos Títulos              Épocas das Finais Perdidas
Clube Títulos Épocas dos Títulos Épocas das Finais Perdidas
FC Porto 19 1980/1981; 1982/1983; 1983/1984; 1985/1986; 1989/1990; 1990/1991; 1992/1993; 1993/1994; 1995/1996; 1997/1998; 1998/1999; 2000/2001; 2002/2003; 2003/2004; 2005/2006; 2008/2009; 2009/2010; 2010/2011; 2011/2012; 1978/1979; 1984/1985; 1987/1988; 1991/1992; 1994/1995; 1996/1997; 1999/2000; 2006/07; 2007/2008;
Sporting 7 1981/1982; 1986/1987; 1994/1995; 1999/2000; 2001/2002; 2006/2007; 2007/2008 1979/1980
Benfica 4 1979/1980 (edição oficiosa); 1984/1985; 1988/1989; 2004/2005 1980/1981; 1982/1983; 1983/1984; 1985/1986; 1986/1987; 1990/1991; 1992/1993; 1993/1994; 1995/1996; 2003/2004, 2009/2010
Boavista 3 1978/1979 (edição oficiosa); 1991/1992; 1996/1997 2000/2001
V. Guimarães 1   1987/1988 2010/2011
Edição com mais golos: 1981/82 (10).
Edições com menos golos: 1984/85, 2000/2001, 2002/2003, 2003/2004, 2004/2005 e 2006/2007 (1)
Golos (equipas): Mais golos marcados: FC Porto (59), Mais golos sofridos: FC Porto (43),Menos golos marcados: Belenenses, U. Leiria e V. Setúbal (0),Menos golos sofridos: V. Guimarães (2) , Maiores goleadas: Sporting-Sp. Braga (6-1, em 81/82) e Benfica-FC Porto (0-5, em 95/96).
Jogador com mais títulos: João Pinto, FC Porto (8).
Treinador com mais títulos: Artur Jorge, FC Porto (3).
Segunda Liga
Segunda Liga
A Segunda Liga é o segundo escalão do campeonato de futebol em Portugal, criada como nível de campeonato unificado acima daSegunda Divisão. À criação era conhecida por Divisão de Honra e foi renomeada para Liga de Honra na sequência da tomada de controlo do campeonato pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional. Também chegou a ser rebatizada para Segunda Liga. Por razões de patrocínio, utilizou o nome Liga Vitalis entre as épocas 2007/2008 e 2009/2010. Desde a época 2010-2011 é conhecida pelo nome deLiga Orangina. Neste momento encontra-se sem patrocinio, sendo apenas denominada por Segunda Liga.
Até à época 2004/2005, no final do campeonato, os três primeiros classificados eram trocados com os últimos três classificados da Primeira Liga. A partir do ano seguinte, esse número foi reduzido para duas equipas.
Temporada Vencedor
1990-1991 Paços de Ferreira
1991-1992 Sporting de Espinho
1992-1993 Estrela da Amadora
1993-1994 Tirsense
1994-1995 Leça
1995-1996 Rio Ave
1996-1997 Campomaiorense
1997-1998 União de Leiria
1998-1999 Gil Vicente
1999-2000 Paços de Ferreira
2000-2001 Santa Clara
2001-2002 Moreirense
2002-2003 Rio Ave
2003-2004 Estoril-Praia
2004-2005 Paços de Ferreira
2005-2006 Beira-Mar
2006-2007 Leixões
2007-2008 Trofense
2008-2009 Olhanense
2009-2010 Beira-Mar
2010-2011 Gil Vicente
2011-2012 Estoril-Praia
2012-2013 Belenenses
ALBUM DE CROMOS 1955

1912 BENFICA VS MARITIMO

Portugal All-Time Table 1ªLiga/1ªDivisão 1934-2005
Portugal All-Time Table 1ªLiga/1ªDivisão 1934-2005
1 SL Benfica        
2 FC Porto            
3 Sporting CP        
4 CF Belenenses    5 VSC Vitória Guimarães    6 VFC Vitória Setúbal     7 Boavista FC             8 SC Braga              9 AAC Académica           10 CS Marítimo         11 SC Farense             12 SC Beira Mar          13 SC Salgueiros         14 GD Fabril             15 Atlético CP           16 Varzim SC           17 GD Estoril-Praia        18 Leixões SC            19 FC Barreirense        20 GD Chaves          
21 UD Leiria             22 Gil Vicente FC        23 Portimonense SC    
24 Rio Ave FC             25 CF Estrela Amadora   26 SC Covilhã            
27 SC Olhanense          28 FC Penafiel        29 LGC Lusitano Évora    30 SC Espinho             31 FC Paços Ferreira    32 FC Tirsense            33 CD Nacional           34 FC Famalicão          
35 COL Oriental           36 CF União Madeira      37 FC Alverca          
38 SC Campomaiorense      39 SCU Torreense      40 UFCIT União Tomar      
41 Elvas CAD                42 Moreirense FC       43 Leça FC              
44 CD Santa Clara           45 CAF Académico Viseu 46 Caldas SC            
47 Amora FC                 48 CD Montijo          49 AD Sanjoanense      
50 LFC Lusitano VRSA        51 Carcavelinhos FC    52 Unidos Lisboa        
53 Académico Porto          54 CD Aves             55 CD Feirense          
56 SL Elvas                 57 AD Fafe             58 FC Felgueiras        
59 Seixal FC                60 GD Riopele          61 RD Águeda              
62 CF União Coimbra         63 FC Vizela           64 GC Alcobaça          
65 União FC Lisboa          66 UD Oliveirense      67 Casa Pia AC

ALBUM 1928


SELECCAO JUNIOR DE PORTUGAL CAMPEA DO MUNDO 1991 - OS JOGADORES COM AS CAMISOLAS DOS SEUS TIMES

No hay comentarios:

Publicar un comentario en la entrada